CUIABÁ

TECNOLOGIA

Asus ROG Phone 6 e 6 Pro chegam com tela de 165 Hz e até 18 GB de RAM

Publicados

TECNOLOGIA

Asus ROG Phone 6 e 6 Pro são lançados
Divulgação/Asus

Asus ROG Phone 6 e 6 Pro são lançados

A Asus atualizou a sua linha de celulares para o público gamer. Nesta terça-feira (5), a marca taiwanesa apresentou o Asus ROG Phone 6 e 6 Pro, ambos com o processador Snapdragon 8+ Gen 1 e memória RAM de até 18 GB na ficha técnica avançada. A dupla ainda tem uma tela de 165 Hz e sai da caixa com Android 12 de fábrica.

Os celulares da Asus englobam tudo o que há de mais poderoso na atualidade. A começar pela tela de 6,78 polegadas com resolução Full HD+ e taxas de atualização de 165 Hz e de amostragem de toque de 720 Hz. O painel AMOLED ainda oferece brilho de até 1.200 nits e cobre 111,23% da escala DCI-P3 e 150,89% da gama sRGB.

Por trás de todo esse painel, está a ficha técnica avançada com o Snapdragon 8+ Gen 1. Mas o modelo convencional possui RAM de até 16 GB enquanto o Asus ROG Phone 6 Pro tem variantes com até 18 GB de memória. Já o armazenamento da dupla é de até 512 GB, a depender da opção escolhida na hora da compra. Os smartphones têm bateria de 6.000 mAh com recarga de 65 watts.

Leia Também:  Reajustes salariais por negociações, em junho, chegam a 12%

Edição Pro possui tela secundária na parte de trás

Além da RAM diferente, o ROG Phone 6 Pro traz uma pequena tela PMOLED na parte de trás, enquanto a edição convencional tem luzes coloridas. De resto, os dois smartphones se assemelham. Especialmente no visual, bem característico aos produtos para o público gamer, com os gatilhos para melhorar a experiência em jogos.

A dupla ainda conta com conjunto fotográfico triplo. O agrupamento é formado pela câmera principal de 50 megapixels, ultrawide de 13 megapixels e macro de 5 megapixels. Para selfies e chamadas de vídeo, os smartphones também têm uma câmera frontal de 12 megapixels.

A lista de especificações fica completa com o leitor de impressões digitais sob a tela, a certificação IPX4 e a proteção Gorilla Glass Victus.

Leia Também:  Samsung Galaxy M53 e M23 chegam ao Brasil com câmeras de até 108 MP

Preço e disponibilidade

O Asus ROG Phone 6 chegará às lojas da Europa por 999 euros (cerca de R$ 5.570 em conversão direta). O valor é destinado à variante com 12 GB de RAM e 256 GB de armazenamento. Já o modelo Pro, com 18 GB de memória e 512 GB de espaço, sai por 1.299 euros (por volta de R$ 7.240). Não há previsão de lançamento dos celulares no Brasil.

Fonte: IG TECNOLOGIA

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

TECNOLOGIA

Como transferir suas playlists do Spotify para o Amazon Music

Publicados

em

Veja como transferir as playlists
Tecnoblog

Veja como transferir as playlists

Migrar para outro serviço de streaming não precisa ser tão trabalhoso quanto se pensa. Com ajuda de alguns sites e aplicativos, você pode fazer isso sem ter que criar todas as suas listas de novo. Veja a seguir como transferir suas playlists do Spotify para o Amazon Music sem muito esforço.

Antes de começar, é válido destacar que em qualquer um dos serviços usados para a migração, as músicas de uma plataforma podem não fazer parte do catálogo da outra. Neste caso, estas faixas serão ignoradas e não serão listadas no novo streaming.

Não é possível realizar a migração de playlists entre serviços de streaming de forma nativa, mas com a ajuda de alguns sites, como o TuneMyMusic, você conseguirá fazer de maneira fácil a mudança de plataforma, sem a necessidade de criar manualmente todas as suas listas de novo. Veja como usar:

  1. Acesse o site TuneMyMusic e crie uma conta: Faça seu registro ao clicar no botão de login, no canto superior direito;

  2. Na tela inicial, clique em “vamos começar”;

  3. Selecione a plataforma de origem de suas listas: Aqui, você escolhe a plataforma que usa atualmente, no nosso caso, o Spotify;

  4. Será necessário fazer o login;

  5. Selecione a forma de escolher a playlist: É possível abrir e selecionar diretamente ou copiar a URL da playlist;

  6. Escolha quais músicas serão migradas: Você pode escolher a playlist inteira ou apenas algumas faixas;

  7. Selecione a plataforma de destino: Escolha o serviço para o qual você irá migrar, neste caso, o Amazon Music;

  8. Também será necessário confirmar o login na nova plataforma;

  9. Clique em começar: As músicas serão transferidas e o tempo do processo depende da quantidade de músicas selecionadas.

Leia Também:  VÍDEO: Alunos chegam a Pronto Socorro após desabamento em Petrópolis

O plano gratuito permite que você transfira 500 músicas por vez. No plano Premium, que custa US$ 2 por mês no pagamento anual, é possível fazer toda a transferência de uma vez. De qualquer forma, é uma bela ajuda não precisar criar e configurar todas as listas manualmente.

Soundiiz

O Soundiiz é um site com plano gratuito para transferir suas playlists do Spotify para o Amazon Music, assim como no Tune My Music. Neste caso, a modalidade free permite que seja migrada uma lista por vez. Após fazer o login no Spotify através do site, basta selecionar uma para começar e escolher a plataforma de destino. Repita o processo para todas as suas playlists. Este serviço ainda conta com aplicativo para Android.

SongShift

O SongShift é um aplicativo para iOS que permite a migração de playlists do Spotify para o Amazon Music entre outros serviços de streaming. Para usar, basta fazer o login no serviço de origem, escolher aquela que deseja converter (assim como nos casos anteriores, o plano gratuito permite uma lista por vez), fazer o login na plataforma de destino e iniciar a transferência.

Leia Também:  MPF abre inquérito para apurar uso de dados de usuários pelo TikTok

Como revogar as permissões de acesso na sua conta

Se você desistiu da ideia de transferir playlists do Spotify para o Amazon Music ou simplesmente não quer mais manter os serviços conectados, há como revogar o acesso.

Para o Tune My Music, ao entrar na sua conta, clique no canto superior direito, e então selecione “Configurações de conta”. Basta escolher os serviços conectados e clicar em “Desconectar”. Para os aplicativos, é necessário cancelar as permissões na área de permissão do aplicativo dentro do sistema operacional.

Fonte: IG TECNOLOGIA

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA