CUIABÁ

MUNDO

Presidente da Itália atribui queda de geleira a crise climática

Publicados

MUNDO

Vista do maciço da Marmolada, extremo-norte da Itália
Reprodução/Ansa – 04.07.2022

Vista do maciço da Marmolada, extremo-norte da Itália

O presidente da Itália, Sergio Mattarella, afirmou nesta terça-feira (5) que o desabamento de uma porção da geleira Marmolada, que matou pelo menos sete pessoas, é um símbolo dos efeitos produzidos pelas mudanças climáticas.

O incidente ocorreu no último domingo (3), em meio a uma estiagem sem precedentes no extremo-norte da Itália, e também deixou oito alpinistas desaparecidos.

“Falamos da tragédia da Marmolada como elemento simbólico do que as mudanças climáticas, quando não governadas, estão produzindo no mundo. Isso exige a plena colaboração de todos”, disse o mandatário durante uma visita a Maputo, capital de Moçambique.

Ainda de acordo com Mattarella, “existem países que não se empenham” na luta contra a crise climática. “É preciso instar todos a assumir aqueles compromissos acordados nas convenções internacionais, mas também a assumir novos compromissos”, declarou o presidente italiano.

“Se não houver esse empenho sistêmico, será difícil garantir uma vida aceitável para as futuras gerações na Terra”, acrescentou o chefe de Estado.

Leia Também:  Multidão de migrantes tenta entrar em Melilla; 18 pessoas morreram

Buscas

O desabamento de um enorme bloco de gelo no glaciar da Marmolada, montanha de maior altitude nas Dolomitas, no extremo-norte da Itália, matou sete pessoas e deixou pelo menos oito indivíduos desaparecidos.

“Estamos muito mal porque não temos um corpo”, disse a mãe de um homem que sumiu no desastre, enquanto aguardava notícias na cidade de Canazei.

As buscas prosseguem com o auxílio de drones equipados com câmeras térmicas, mas o calor na região nesta época do ano torna as operações mais perigosas devido ao risco de novos desprendimentos.

Alguns desses sobrevoos conseguiram detectar a presença de restos mortais e objetos pessoais na área da Marmolada, porém eles ainda não foram removidos da montanha. Toda a área do maciço está fechada até segunda ordem por razões de segurança.

O acidente ocorreu em meio a uma das piores secas das últimas décadas na Itália, com drásticas reduções na cobertura nevosa das geleiras do extremo-norte do país devido aos baixos índices de precipitações.

Leia Também:  China 'jamais atacará' Ucrânia, diz embaixador

Um estudo científico divulgado em meados de junho aponta que a camada de neve na geleira da Marmolada no fim de maio era de 714 milímetros, número 50% menor que a média do período. Além disso, o glaciar já perdeu mais de 80% de seu volume nos últimos 80 anos, e previsões apontam que ele pode desaparecer antes de 2050.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Mundo

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MUNDO

Com melhora, Salman Rushdie é retirado de respirador

Publicados

em

Salman Rushdie, o aclamado autor que foi hospitalizado na sexta-feira (15) com ferimentos graves após ser esfaqueado repetidamente em uma aparição pública no Estado norte-americano de Nova York, foi retirado do respirador e sua condição está melhorando, disse seu agente neste domingo.

“Ele está fora do respirador, então o caminho para a recuperação começou”, escreveu seu agente, Andrew Wylie, em um e-mail à Reuters. “Será longo; os ferimentos são graves, mas sua condição está indo na direção certa.”

Rushdie, de 75 anos, estava prestes a dar uma palestra sobre liberdade artística na Chautauqua Institution, no oeste de Nova York, quando um homem de 24 anos invadiu o palco e esfaqueou o escritor indiano, segundo a polícia. Há promessas de recompensa pela cabeça de Rushdie desde que seu romance de 1988 Os versos satânicos levou o Irã a incentivar que os muçulmanos o matassem.

O suspeito do ataque, Hadi Matar, de Fairview, Nova Jersey, se declarou inocente das acusações de tentativa de assassinato e agressão em uma audiência a tribunal no sábado, disse à Reuters seu advogado nomeado pelo tribunal, Nathaniel Barone.

Leia Também:  Nova presidente da Caixa promete 'punição cabível' em casos de assédio

Após horas de cirurgia, Rushdie foi colocado em um respirador e não conseguia falar na noite de sexta-feira, disse Wylie em uma atualização anterior sobre a condição do escritor, acrescentando que ele provavelmente perderia um olho e tinha danos nos nervos, no braço e feridas no fígado.

Wylie não forneceu mais detalhes sobre a saúde de Rushdie em seu e-mail deste domingo.

Apoio

O esfaqueamento foi condenado por escritores e políticos de todo o mundo como um atentado à liberdade de expressão. Em uma declaração no sábado, o presidente dos EUA, Joe Biden, elogiou os “ideais universais” de verdade, coragem e resiliência incorporados por Rushdie e seu trabalho.

“Estes são os blocos de construção de qualquer sociedade livre e aberta”, disse Biden.

Nem as autoridades locais nem federais ofereceram detalhes adicionais sobre a investigação no sábado. A polícia disse na sexta-feira que não havia estabelecido um motivo para o ataque.

Uma análise inicial das redes sociais de Matar mostrou que ele era simpático ao extremismo xiita e ao Exército dos Guardiães da Revolução Islâmica, conhecido popularmente como Guarda Revolucionária Iraniana, embora nenhum vínculo definitivo tenha sido encontrado, segundo a NBC de Nova York

Leia Também:  Presidente do TRF4 participa de lançamento do 19º Prêmio Innovare

Fonte: EBC Internacional

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA