CUIABÁ

MULHER

Horóscopo do dia: previsões para 14 de maio de 2022

Publicados

MULHER

source
As mandalas do horóscopo do dia são feitas pelo astrólogo Marcelo Dalla
Marcelo Dalla

As mandalas do horóscopo do dia são feitas pelo astrólogo Marcelo Dalla

ÁRIES

É importante agora investir em aprofundamento, pesquisa e investigações. Com análises e reflexões você pode corrigir falhas, perceber quais mudanças devem ser promovidas e rever velhos conceitos. Assim pode tomar iniciativas mais sensíveis. Em quais assuntos deve investir sua força, sua determinação e perseverança? A Lua segue em Escorpião, enquanto Marte se aproxima de Netuno: a dica é promover ações mais sensíveis, cultivar solidariedade e expressar as emoções da forma mais elevada possível.

TOURO 

Mercúrio segue retrógrado até 03/06: a forma como se expressa e se integra com o mundo ao redor continua em destaque. Você pode investir conversas agradáveis e prazerosas, mas esteja atento para evitar falhas ou mal-entendidos. Revisões continuam em pauta! É importante abrir a mente, promover reavaliações, buscar novos assuntos, expandir sua rede social. A liberdade de pensamento, as novas correntes vanguardistas e os estudos estão favorecidos. Porém, cuide para não acelerar demais! 

GÊMEOS

Procure desacelerar para se conectar com a intuição. A Lua segue em Escorpião, favorecendo o aprofundamento e as investigações. Dá vontade de buscar novidades, mas procure traçar uma meta, priorizar assuntos, para que possa ter algum foco e planejamento. Assim pode aproveitar melhor as novas possibilidades que se apresentam. Com a Lua quase cheia e Mercúrio em movimento retrógrado, é tempo de rever velhos conceitos obsoletos. Bom período também para preparar novos projetos, que ganharão impulso após seu aniversário. 

CÂNCER 

A Lua segue em Escorpião, favorecendo iniciativas mais sensíveis. A intuição afiada permite compreensões mais profundas. Você pode encarar os desafios que se apresentarem e cultivar o desapego, perdoar. Além disso, você pode encaminhar tarefas que estavam paradas, cultivar sua capacidade de liderança, agir com mais coragem e firmeza. Mas é bom lembrar: evite a pressa e a correria, procure cuidar bem de suas energias. Ações impulsivas e agressivas podem causar erros e prejuízos.

Leia Também:  Showrunner de 'Os Simpsons' fala sobre previsão de conflito na Ucrânia

LEÃO 

A Lua cresce em Escorpião, favorecendo a profundidade. Vale ir mais fundo em tudo o que se propuser a fazer. Promover aprofundamentos e análises para que tudo funcione melhor. Mas sem acelerar demais, pois Mercúrio segue retrógrado. Busque diagnósticos, pesquise, encaminhe seus projetos com bons contatos. Evite exagerar nas críticas e reclamações. O Sol desafia Saturno, a responsabilidade pode ser equilibrada com doses de leveza. Respire fundo, evite acumular muitos compromissos.

VIRGEM 

Com Mercúrio retrógrado, os intercâmbios e a comunicação passam por revisões. Procure ser claro e cordial, há risco de percepções distorcidas e enganos. Lembre-se que ninguém é o dono da verdade. Fundamental agora é checar os dados e cultivar abertura para novas informações. Os processos de aprendizagem ficam favorecidos se estiver de antenas ligadas. É tempo de cultivar seu lado mais questionador, informar-se melhor e conectar-se com as correntes vanguardistas de pensamento.

LIBRA 

Esta é uma fase revolucionária, de reavaliações amplas, gerais e irrestritas. Grandes transformações estão ocorrendo, tanto individualmente, quanto coletivamente. Você pode promover intercâmbios, buscar informações e bons aprendizados. Porém, pesquise melhor as informações, cuidado com notícias falsas e enganos. O céu traz aspectos dinâmicos, aproveite para movimentar a energia, arejar a casa e a vida. Novos conhecimentos e compreensões podem proporcionar mais inspiração e liberdade. 

ESCORPIÃO 

Continue investindo na estruturação de seu projeto, no aprimoramento de tudo o que faz. A Lua ingressa em seu signo, enquanto Marte combina forças Netuno, inspirando mais sensibilidade para avançar, mergulhar de cabeça em qualquer situação e resolver qualquer assunto. A intensidade e a sensibilidade entram em pauta, cuidado com reações emocionais exageradas. Vale reservar momentos para refletir. Para que venham novidades é preciso mergulhar fundo em si mesmo, enfrentar as questões e curar velhas mágoas.

Leia Também:  Horóscopo do dia: previsões para 06 de março de 2022

SAGITÁRIO 

Oportunidades podem surgir se ampliar suas redes sociais, investir em novas amizades e novos conhecimentos. Período ideal para atualizar-se, investir também em novidades tecnológicas. Suas habilidades diplomáticas continuam sendo testadas. Cultive sua capacidade de unir forças, trabalhar em conjunto e pensar no coletivo, para que possa realmente fazer a diferença. Esteja disponível para ouvir. Mercúrio segue retrógrado: é importante pesquisar melhor antes de fechar contratos, há risco de enganos.

CAPRICÓRNIO

Você pode interagir, socializar, atualizar informações, sempre atento para esclarecer dúvidas e mal-entendidos. Aproveite o momento para pesquisar melhor sobre algum assunto. Mas lembre-se de estar aberto para promover revisões e reavaliações. Caminhamos para uma Lua cheia com eclipse, não é bom ficar atolado de compromissos, sem espaço para correções, manobras e adaptações. Período de clímax para muitas situações. Com a intuição mais afiada, fique atento para os insights que podem surgir.

AQUÁRIO 

A Lua segue em Escorpião, fica mais fácil compreender o que está errado para que seja corrigido. Vale cultivar suas habilidades comunicativas para que possa corrigir erros, esclarecer confusões, enganos e mal entendidos. Aproveite também para repensar sua noção de valores, o modo como negocia e as crenças relacionadas com a forma de ganhar dinheiro. Qual o valor que dá para seus dons, seus talentos e seu trabalho? Quando você se valoriza, o Universo corresponde na mesma moeda.  

PEIXES 

É importante agora cultivar a autocentralidade, desacelerar, meditar, sem tanta pressa ou correria. A Lua segue em Escorpião e Marte se combina com Netuno: você ganha força para avançar, mas as iniciativas devem ser elevadas e solidárias. Você ganha também coragem para mergulhar mais fundo em suas questões para promover mudanças. É grande o poder, tanto para curar, quanto para destruir. A escolha é sua. Quanto mais conectado com a intuição estiver, melhores decisões pode tomar.  

Agora você pode acompanhar todos os conteúdos do iG Queer pelo nosso canal no Telegram.

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MULHER

Diagnosticada com autismo na vida adulta: “Não queria estar viva”

Publicados

em

source
 Bianca Bittencourt só conseguiu o diagnostico do autismo adulta
Arquivo pessoal

Bianca Bittencourt só conseguiu o diagnostico do autismo adulta

“Sempre soube que eu não conseguia me encaixar com as outras crianças, mas eu tentava muito. Isso é algo que, inclusive que chamamos de ‘masking. O que cansa muito, principalmente quando você é criança. Com dez anos de idade já tinha episódios depressivos, eu chorava todos os dias ao chegar em casa da escola. 

Eu estava exausta as outras crianças que eu era como elas, mas eu não era. O barulho, a luz, a sensação térmica, tudo isso me incomodava. Em muitos dias, almoçava dentro do banheiro porque não queria estar com outras crianças. Eu não queria o barulho.

Aos seis anos de idade comecei a fazer terapia devido a episódios depressivos. Minha mãe teve que ir e voltar comigo da terapeuta. Na época era muito difícil encontrar um profissional adequado para diagnosticar o autismo em meninas. A maior parte dos especialistas acreditavam que o autismo só era presente em meninos. Nunca chegaram a considerar o autismo no meu caso. Para mim, apesar, da minha mãe ter me colocado na terapia desde a primeira infância. Ela sabia que eu tinha algo de diferente que ninguém conseguia dizer o que era. Ela sabia que, para mim, era difícil viver socialmente

Leia Também:  Anitta na Paris Fashion Week

A minha mãe é coordenadora de uma APAE, (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) tem pós-graduação em psicopedagogia e está fazendo uma segunda pós-graduação em autismo. Ela já lidou com diversos tipos de deficiência e sempre achou que eu tinha todos os sinais do autismo. No entanto, ela não conseguia fazer nenhum profissional olhar para isso de verdade.

Só anos mais tarde, na minha vida adulta, consegui procurar um especialistaEm uma consulta, afirmei que tinha todas as características e que preenchia todos os critérios do espectro autista desde a primeira infância. Disse ainda que minha mãe poderia atestar isso e que tentava conseguir um diagnóstico desde os meus 6 anos, mas nenhum profissional deu atenção”.

Eu passei a minha infância inteira sofrendo muito na escola, porque eu não tive acomodação nenhuma. Todos tentaram fazer com que eu fosse igual as outras crianças, quando, na verdade, a minha experiência era muito mais difícil. 

As pessoas não costumam ouvir as crianças, acham que crianças não têm compreensão do que está acontecendo. Na verdade, ha compreensão sim. Me lembro muito bem que, aos dez anos, eu já não queria estar viva de tão difícil que era estar em sociedade

Falo que o processo do diagnóstico foi bem simples, porque eu procurei um especialista em mulheres e adultos. Fui diagnosticada com autismo, transtorno de ansiedade e transtorno obsessivo compulsivo. 

Leia Também:  Horóscopo do dia: previsões para 25 de março de 2022

No entanto, o meu laudo foi feito por uma psicologa. Por isso, o meu processo de diagnóstico ainda não acabou. Não tenho um laudo médico e, consequentemente, nenhum direito legal ainda assegurado

No começo desse ano tentei ir a um psiquiatra, o que acabou não resultando em nada. Ela queria que eu fosse em outra terapeuta, que não era uma especialistae que eu deveria voltar lá depois de três meses.

Tenho interesse em mudar minha documentação para garantir que eu tenha todos os direitos legai previstos. Então, para conseguir esse laudo, tenho consultas marcadas com um neurologista e outros psiquiatras.

Ir aos médicos é sempre um processo muito irritante. Os profissionais sempre me olham e perguntam: ‘Por que você acha que precisa de um laudo médico?’ ou  ‘Você está conseguindo viver até hoje’  estou conseguindo viver até hoje aos tropeços. 

Existem direitos meus que não estou tendo. É muito chato dizer tudo isso a alguém e ouvir que estou exagerando em querer direitos, ou mesmo dizerem que eu ‘falo normal’ ou ‘pareço normal’, questionando o porquê  de eu querer os meus direitos como pessoa com deficiência. Não é porque eu consigo me passar por neurotípico que a minha vida é mais fácil”.

Agora você pode acompanhar todos os conteúdos do iG Delas pelo nosso canal no Telegram. Clique no link para entrar no grupo. Siga também  o perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA