CUIABÁ

MATO GROSSO

Jogos escolares e estudantis mato-grossenses serão retomados nesta sexta-feira (20)

Publicados

MATO GROSSO

As equipes masculinas de futsal de Juara e Cotriguaçu se enfrentam na noite desta sexta-feira (20.05) no Ginásio de Esportes Ângelo Sinval Riva, na cidade de Juara, logo após a cerimônia de abertura da 5ª etapa dos Jogos Escolares e Jogos Estudantis de Seleções Mato-grossenses. A competição envolve atletas entre 12 a 17 anos e o duelo da noite é pela categoria A, de 15 a 17 anos.

A cerimônia de abertura está programada para ter início às 19h, com presença das autoridades locais. Os mais de 800 atletas/estudantes representantes de dez municípios participarão do desfile de abertura: Aripuanã, Brasnorte, Campo Novo do Parecis, Castanheira, Colniza, Cotriguaçu, Juína, Juruena, Porto dos Gaúchos e de Juara, município-sede.

Também faz parte da cerimônia de abertura a equipe de arbitragem, entrada dos Pavilhões Brasil – Mato Grosso/Juara, integrantes da Escola Militar Tiradentes Cabo Israel Wesley Prado de Almeida e execução dos Hinos de Mato Grosso e Nacional Brasileiro.

O jovem atleta da seleção de basquete de Juara, Bruno Henrique Almeida Barbosa, fará o juramento do atleta e o fogo simbólico será conduzido pelo campeão da Copa de Futsal em Brasnorte, Eduardo Bergamin Gobatto, da seleção de Juara. 

Leia Também:  Polícia Civil de MT entrega 18 novos veículos para transporte de presos

Os Jogos Estudantis de Seleções e os Jogos Escolares Mato-grossenses 2022, etapa regional, são realizados pelo Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer – Secel-MT, em parceria com a Prefeitura Municipal de Juara e Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude de Juara.

Estarão presentes na cerimônia de abertura o prefeito interino Valdinei Holanda de Moraes, o secretário Adjunto de Esporte e Lazer da Secel-MT, David Moura, do chefe do Legislativo de Juara representando os demais vereadores, Valdir Leandro Cavichioli, o superintendente de Desporto Escolar da Secel-MT, Marcelo Cruz, o secretário de Esporte, Lazer e Juventude de Juara, Edivaldo dos Santos Oliveira, do comandante do 21º Batalhão da PM, Tenente Coronel PM Alex Fontes Meira E. Silva, o coordenador de Eventos Esportivos do Estado de Mato Grosso, Cleverson dos Santos Oliveira, e o assessor pedagógico Vanderlei Carvalho dos Santos.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Projeto da Sema Mato Grosso leva práticas agrícolas sustentáveis para famílias de nove comunidades

Publicados

em

O Assentamento Antônio Conselheiro, em Barra do Bugres (164 km de Cuiabá), recebeu, nesta quarta-feira (30/06), da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, materiais para uso no plantio e colheita de itens da agricultura familiar. O Programa de Educação Ambiental na Agricultura Familiar (PEAAF) acontece em nove comunidades e assentamentos de Mato Grosso.

Os municípios atendidos são Peixoto de Azevedo, Tangará da Serra, Barra do Bugres, Poconé e Nossa Senhora do Livramento. São projetos comunitários implementados para a  implantação de hortas ecológicas comunitárias, viveiros e recuperação de nascentes.

“Este projeto possibilitou aos participantes o reconhecimento da importância da conservação ambiental, além de, principalmente, possibilitar a geração de renda com práticas sustentáveis”, explica a superintendente de Educação Ambiental da Sema-MT, Vânia Montalvão.

Marinalva Tavares de Souza, moradora do assentamento, trabalha na agricultura familiar diretamente  com o PEAAF, plantando horta e produzindo leite. Ela destaca o material recebido – utensílios para uso na plantação, como enxadas, pás e carrinho de pneu – que lhe permite produzir mais e melhor.  

Leia Também:  Indea alerta que venda ambulante de mudas e sementes ameaça a agricultura de MT

“O projeto, para mim, é muito viável. Desde o início, na formação, já deu para aprender muita coisa. Valorizo muito o trabalho feito aqui, muito importante para nós”, diz.

 
 

Na comunidade de Faval, em Nossa Senhora do Livramento, o projeto possibilitou a educação ambiental por meio de horta comunitária, produção de mudas de árvores nativas e frutíferas do cerrado, para reflorestar as nascentes.

“Hoje, posso falar que sou uma agente de educação ambiental. Aprendi a preservar e, por isso, a conscientizar a população sobre o valor de manter o meio ambiente equilibrado”, afirma Cícera Aparecida da Silva Seni, 35 anos, professora. 

Emprego e renda – O PEAAF também incentiva o extrativismo sustentável de castanha cumaru na Comunidade Quilombola de Capão Verde, em Poconé. Natan José Campos de Oliveira, 22 anos, mora na comunidade, composta por 28 famílias. Eles trabalham com produtos, que não só têm grande aceitação no mercado como contribui para a preservação do bioma Pantanal.

“Este projeto vem para ajudar o nosso trabalho, que, sem recursos, fica muito difícil. Com ele, vai melhorar a renda. Recebemos materiais que ajudam, e muito, no processo de coleta e no processamento da castanha do cumaru”, avalia Natan.

Leia Também:  Seduc apresenta a Tocantins projetos e ações adotados na educação pública de MT

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA