CUIABÁ

AGRONEGÓCIO

Setor Florestal gerou aumento de novos empregos no primeiro trimestre de 2022 em MS

Publicados

AGRONEGÓCIO

Entre janeiro e março, foram mais de mil novas vagas criadas na atividade florestal com 4 mil novos postos de trabalho na agropecuária, aumento de aproximadamente 27%

A produção florestal em Mato Grosso do Sul gerou 1.075 novas vagas de empregos no primeiro trimestre de 2022. De acordo com os números do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), este total representa 26,57%, das 4.046 novas vagas de emprego geradas na agropecuária neste período.

Dentre os novos postos admitidos, foram 409 foram na área de Florestas Plantadas e 668 em Atividades de Apoio. Ao todo, a produção florestal no estado totaliza 7.845 empregos, correspondendo a 9,63% dos mais de 81,4 mil postos de trabalho na agropecuária.

“Os empregos do setor deverão ser impulsionados com a instalação de uma nova indústria em Ribas do Rio Pardo. A expectativa é que sejam geradas 10 mil novas vagas”, explica o coordenador técnico do Sistema Famasul, André Nunes.

Qualificação Profissional – De olho na crescente demanda, 40 alunos formam a primeira turma do curso técnico em Florestas Plantadas, em Três Lagoas, que teve início em abril deste ano.

Leia Também:  A pedido da CPI da Energisa, ALMT entra com representação no TCU para reverter aumento da energia

A capacitação que ocorre de forma presencial no sindicato rural do município é a pioneira do segmento ofertada pelo Senar em todo o país para preparar mão-de-obra profissional.

Exportação – A comercialização de produtos florestais entre janeiro e março deste ano ultrapassou 1,09 milhão de toneladas, número 15,4% superior às 946,2 mil em volume exportados no mesmo período de 2021.

A receita com as mercadorias comercializadas foi de US$ 346,3 milhões, aumento de 14,3% aos US$ 303 milhões em comparação com o primeiro trimestre do ano anterior.

O principal destino dos produtos florestais sul-mato-grossenses foi a China, responsável por 48,6% da receita total; seguida dos Estados Unidos com 10,6%; e a Itália com 10,4%.

Para mais informações sobre essa cadeia produtiva, acesse o boletim mensal de Florestas Plantadas do Sistema Famasul.

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

AGRONEGÓCIO

ETANOL/CEPEA: Preços caem mais de 8% em junho

Publicados

em

Cepea, 05/07/2022 – Os preços médios dos etanóis hidratado e anidro caíram em junho com certa força. Levantamento realizado pelo Cepea no estado de São Paulo mostra que, considerando-se as semanas cheias de junho, a média mensal do Indicador CEPEA/ESALQ foi de R$ 3,0419/litro, recuo de 8,34% frente à de maio. No caso do anidro (considerando-se somente o mercado spot), a média das semanas cheias de junho do Indicador CEPEA/ESALQ foi de R$ 3,5630/litro, queda de 8% em relação à do mês anterior. Segundo pesquisadores do Cepea, a pressão veio sobretudo do baixo volume de negócios ao longo do mês. Distribuidoras se mostraram cautelosas em fechar novas compras, tendo em vista as vendas desaquecidas de combustíveis e também do cenário que se desenhava com a possibilidade de mudança tributária do etanol e da gasolina. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Fonte: CEPEA

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Preços recebidos pelos produtores tiveram queda em abril
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA